-->

Header ads

Header ads
» » » » » » » » » Rififi (1955) Poderoso

Rififi - Du Rififi Chez les Hommes (1955) - Jules Dassin - 

Depois de 5 anos na prisão, Tony "le Stéphanois" (Servais) reencontra seus amigos Jo (Mohner) e Mario (Manuel), eles o convidam para roubar umas jóias da vitrine, da famosa joalheria Mappin & Webb Ltd, mas ele recusa. Tony descobre que sua ex-namorada Mado (Marie), se tornou amante de Louis Grutter (Grasset), dono da boate "L'Orge d'Or". Sentindo-se traído, ele a humilha e a espanca brutalmente por ter se envolvido com um gângster. Então ele liga para os amigos e muda o plano do assalto: agora ele quer o cofre da joalheria. Eles convidam um especialista em cofres, o elegante italiano Cesar (Dassin), a se juntar ao time. Planejam a trama perfeita e como contornar o engenhoso sistema de alarme da joalheria. Eles são bem sucedidos no assalto, mas um presente dado por Cesar à sua amante Viviane (Magali), um valioso anel...
Poderoso, silencioso, astuto, meticuloso, o crime perfeito!!!
Comentário: Maravilhoso, um dos mais importante representante do "Filme Noir" de todos os tempos. Melhor Filme e Melhor Diretor, no Festival de Cannes de 1955. A palavra de gíria francesa "Rififi" é definida como problemática, confusão, conflito violento. Copiado e imitado em inúmeros filmes feitos posteriormente usando o estilo de assalto e a palavra "rififi" (como sinônimo de confusão/conflito/tramas), tais como: "Rififi em Tokyo", "Rififi em Amsterdam", "Rififi das Mulheres", "Rififi em Paris", até mesmo uma magistral paródia italiana, "Rufufu" ou "Os Eternos Desconhecidos", disponível neste site. A sequência do assalto, muito imitada e nunca igualada, tem mais de 32 minutos e não contém uma única linha de diálogo ou música. Dassin afirma que seu raciocínio pelo longo silêncio foi manter o realismo, Note que Cesar usa chinelos de balé durante o assalto. Dassin, visando um filme sombrio e com profundos cinzas, recusou- se a filmar em belos dias ensolarados, para conseguir a qualidade e o estilo noir. O filme foi feito com um orçamento muito pequeno, tão pequeno que Dassin afirma que as pessoas não acreditavam nele, quando dizia o quanto gastara, é por isso que tantas pessoas desesperadas (incluindo ele mesmo) ou inexperientes foram contratadas para a produção. As joias usadas durante o assalto eram genuínas, emprestadas pelo famoso joalheiro Jean Dusausoy, com a condição de que fossem protegidas pela polícia. As autoridades mexicanas retiraram o filme dos cinemas, depois que vários roubos foram cometidos no México, empregando métodos semelhantes aos mostrados no filme. No famoso roubo, em 1972, do United California Bank, um grupo de ladrões usou a mesma técnica do filme para impedir que o alarme do banco soasse, 17 anos depois...
Diretor: Jules Dassin
Elenco: Jean Servais, Marie Sabouret, Carl Mohner, Robert Manuel, Pierre Grasset, Magali Noel, Robert Hossein, Janine Darcey, Marcel Lupovici, Dominique Mourin.
País de Produção: França
Ano de Produção: 1955
Duração: 108 minutos
Legendado

(Aguarde o carregamento)


POSTER (31)
FRANÇA
BRASIL
ALEMANHA
CANADÁ
DINAMARCA
ESPANHA
GRÉCIA
INGLATERRA
ITÁLIA
MÉXICO
POLÔNIA
USA

Sobre o Autor gabriel pereira

Um Eterno Apaixonado pela 7ª Arte.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe um Comentário

Aventura

Aventura»

Brasileiro

Brasileiro»

ASSISTA TAMBÉM