-->

Header ads

Header ads
» » » » » » » Ben-Hur (1959) Épico

Ben-Hur (1959) - William Wyler - 


Judá Ben-Hur (Heston) é um rico príncipe e comerciante judeu, que vive em Jerusalém, no século I, na época de Cristo. Quando ouve que seu amigo de infância Messala (Boyd) foi nomeado para comandar a guarnição romana de Jerusalém, ele fica feliz e emocionado. Logo descobre, entretanto, que seu amigo mudou muito e se tornou um arrogante conquistador, orgulhoso da grandeza de Roma. Quando Judá se recusa a delatar os nomes dos judeus que se opõem ao domínio romano, Messala não fica satisfeito e, durante o desfile de boas-vindas ao novo governador, uma telha cai da casa de Judá ferindo o governador, Messala apesar de saber que eles não são culpados, envia Judá como escravo para as galeras e lança sua mãe (Martha) e irmã (Cathy) na prisão. Mas, Judá jura voltar e vingar-se, mas antes é acorrentado com criminosos, obrigados a caminhar pelo deserto, quando passam por uma pequena aldeia chamada Nazaré, onde já quase sem forças recebe um pouco de água de um jovem de olhos penetrantes, que o salva e o deixa confuso, mudando sua vida. Através do destino e da sorte, Judá sobrevive às galeras, salva um o rico e influente centurião, Quintas Arrius (Hawkins) numa batalha, torna-se seu protegido e consegue retornar a Jerusalém na esperança de encontrar sua mãe e sua irmã, e em busca de sua vingança contra Messala.
Comentário: Um dos 3 maiores vencedores do Oscar de todos os tempos, com 11 estatuetas, em 1960 (Os outros filmes são "Titanic" em 1997 e "O Senhor dos Anéis: o Retorno do Rei" em 2003): Melhor Filme, Melhor Ator (Heston), Melhor Diretor (Wyler), Melhor Ator Coadjuvante (Griffith), Melhor Fotografia, Melhor Direção de Arte, Melhor Figurino, Melhor Som, Melhor Edição, Melhor Efeitos Especiais e Melhor Trilha Sonora. Ganhou também o Globo de Ouro de Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Ator Coadjuvante (Boyd); recebeu o prêmio BAFTA, Inglaterra, de Melhor Filme e o prêmio David di Donatello, Itália, de Melhor Filme Estrangeiro, além de outras importantes premiações. Baseado no romance épico de Lee Wallace que, posteriormente recebeu honrarias do Vaticano sobre uma obra de ficção, mas de extraordinária importância para a Igreja Católica. O filme custou 15 milhões de dólares à MGM e salvou o estúdio da falência. As sequências do deserto foram feitas na Espanha, mas seriam filmadas na Líbia, porém o governo local, por ser muçulmano, não permitiu e ordenou a MGM a deixar o país, já que o filme promovia o cristianismo. A famosa cena da corrida de bigas teve a presença de 15.000 extras, entre eles algumas pessoas importantes da Europa. Burt Lancaster recusou o papel de Ben-Hur porque era ateu e não queria promover o cristianismo; Paul Newman recusou porque não queria mostrar as pernas ao usar túnicas romanas. Em 1970, o estúdio promoveu um leilão para a venda dos vários objetos e adereços do filme; um restaurador de Sacramento, Califórnia, pagou 4 mil dólares por uma biga famosa e, 3 anos depois, por causa de uma falta de gasolina, foi preso por dirigir a biga numa auto estrada...
Esplendoroso, marcante, vigoroso, magnífico em todos os sentidos.
Diretor: Willem Wyler
Elenco: Charlton Heston, Stephen Boyd, Jack Hawkins, Haya Harareet, Hugh Griffith, Martha Scott, Cathy O'Donnell, Sam Jaffe, Frank Thring, Lando Buzzanca, Giuliano Gemma
País de Produção: USA
Ano de Produção: 1959
Duração: 212 minutos
Legendado

(Aguarde o carregamento)



Ben-Hur (1959) on IMDb

POSTERS (30)
USA
BRASIL
ALEMANHA
BÉLGICA
CANADÁ
ESPANHA
FRANÇA
HUNGRIA
INGLATERRA
ITÁLIA
JAPÃO
SUÉCIA


Sobre o Autor gabriel pereira

Um Eterno Apaixonado pela 7ª Arte.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe um Comentário

Aventura

Aventura»

Brasileiro

Brasileiro»

ASSISTA TAMBÉM