-->

Header ads

Header ads
» » » » » » Harakiri (1962) Código de Honra

Seppuku (1962) - Masaki Kobayashi -

No Japão, em 1630, século 17, o fim do regime do 'xogunato', provoca um longo período de paz com o fim das clãs guerreiras. Milhares de samurais são dispensados por seus mestres e senhores, ficando sem trabalho, na miséria e pobreza absoluta, levando-os a procurar um fim honroso, através do ritual de suicídio, chamado de Harakiri ou Seppuku: a estripação auto infligida, ou seja, cortar a própria barriga. Hanshiro Tsugumo (Nakadai) é um ex samurai que foi dispensado pelo Senhor Geishu, que vai à casa do Senhor Lyi solicitar permissão para a cerimônia de cometer o Harakiri, de acordo com o código de honra dos samurais. Ele é recebido por Umanosuke Kawabe (Aoki), que lhe conta a história de um jovem samurai chamado Motome Chijiiwa (Ishihama), que recentemente lá esteve e também solicitou permissão para o ritual, mas seu objetivo era receber umas moedas do Senhor Lyi, para desistir do suicídio. Porém, o guerreiro Hirokuro Omodaka (Tanba) convenceu o clã a forçar o jovem a realmente cometer o suicídio, mesmo sabendo que o jovem tinha, na verdade, uma espada de bambu sem corte, no lugar de uma espada real, para servir de exemplo aos outros samurais que vinham usando este pretexto para receberem moedas do mestre da clã. Em 'flash back', Tsugumo revela a história trágica de seu genro, Motome, que foi forçado a vender sua espada para comprar remédio para tratar da esposa (Shima) e do filho (Inaba) doentes. Além disso, Tsugumo não foi lá para cometer suicídio e sim para vingar seu genro, sua filha e seu neto: o confronto final é indescritível... Comentário: Vencedor do Prêmio Especial do Júri de Cannes, em 1963, ganhando também os prêmios de Melhor Filme, Ator e Diretor em outros Festivais. O filme mostra o fim do Japão feudal e o confronto dos elementos culturais milenares, que iriam enfrentar com as mudanças do país, por isso ressalta a necessidade de uma pessoa de princípios, lutar para manter sua honra, ética e dignidade. Seppuku e Harakiri significam cometer o ritual do suicídio em japonês. No entanto, seppuku é o termo mais formal, derivado dos caracteres kanji para "hara" (barriga) e "kiri" (corte); Harakiri é o termo mais comum ou menos culto para este ato. Durante as filmagens, Tatsuya Nakadai quase 'morreu de medo' durante as cenas de lutas, porque estavam usando espadas e lanças reais, hoje é uma prática proibida nos filmes japoneses. Embora as cenas coreografadas das lutas fossem feitas por espadachins profissionais, Nakadai não conseguia aliviar sua preocupação...
Tenso, pulsante, sombrio, vigoroso e surpreendentemente violento. Obrigatório!!! 
Direção: Masaki Kobayashi
Elenco: Tatsuya Nakadai, Akira Ishihama, Shima Iwashita, Tetsurô Tanba, Yoshirô Aoki, Masao Mishima, Ichirô Nakatami, Kei Satô, Ioshio Inaba.
País de Produção: Japão
Ano de Produção: 1962
Duração: 133 minutos
Legendado

(Assista o filme completo com som original em clubedofilmegratis.com.br)


Harakiri (1962) on IMDb

(Aguarde o carregamento)



POSTERS (32)
JAPÃO
 
 
BRASIL
CHINA
CUBA
DINAMARCA
ESPANHA
FRANÇA
HUNGRIA
INGLATERRA
IRÃ
ITÁLIA
POLÔNIA
REPÚBLICA TCHECA
RÚSSIA
USA



Sobre o Autor gabriel pereira

Um Eterno Apaixonado pela 7ª Arte.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe um Comentário

Aventura

Aventura»

Brasileiro

Brasileiro»

ASSISTA TAMBÉM